0
Shares
Pinterest Google+

Independentes e adaptáveis a quase qualquer tipo de , os gatos são ótimos animais de estimação para quem vive em .

Pequenos, silenciosos e higiênicos por natureza, os felinos também podem ser muito companheiros e apegados aos seus donos, rebatendo diferentes mitos que citam os gatos como animais extremamente solitários e até traiçoeiros.

No entanto, é preciso se atentar a uma série de quando se leva um felino para casa; já que o mesmo espírito aventureiro que cativa muitos pode ser a causa de dos mais diversos na vida de um bichano. Confira a seguir uma lista com as medidas necessárias para ter um gato em apartamentos e mantê-lo fora dos mais comuns cotidianos:

Providencie telas de
e telas de proteção são fundamentais para quem cria um gato em um . Ao contrário que diz o ditado, os gatos não têm sete vidas, e deixar janelas abertas pode ser encarado como um convite tentador para uma nova exploração do bichano; podendo causar acidentes graves que podem, inclusive, levar o pet à .

Adquira e acessórios para felinos
por natureza, os gatos que vivem confinados no reduzido de um apartamento podem acabar se tornando em função da falta de atividades físicas em sua vida. Portanto, ter brinquedos e acessórios com os quais o felino possa gastar sua energia e se aliviar (como bolinhas com guizo ou arranhadores, por exemplo) é essencial para que esse tipo de problema não ocorra.

Fique atento às prateleiras
Uma das atividades preferidas dos gatos é subir nos móveis ou em qualquer tipo de local que os seus altos saltos permitam alcançar. Por isso, se houver muitas prateleiras no seu apartamento, o recomendado é que elas permaneçam vazias, evitando que o gato quebre os objetos enquanto anda por lá (sim, ele com certeza vai passear por elas) ou que se machuque com os itens quebrados no chão.

Separe locais específicos para o gato
O e, principalmente, a e as necessidades dos felinos devem ter um lugar certo dentro do apartamento. Portanto, separe um cantinho especial no lar para deixar a e outro onde o gato possa se alimentar. Embora companheiros, os bichanos precisam de espaço próprio para não se tornarem estressados, e reservar locais onde ele seja o ‘dono’ é uma ótima forma de evitar irritações desnecessárias ao animal.

Seja presente na vida do felino
De nada adianta ter um felino em casa se você não puder lhe dar e . E, da mesma forma que é fundamental dar bastante ao bichano, também é importante saber lhe impor limites – até por que isso pode ajudar muito a evitar acidentes no dia a dia.

Fonte:’Dr. Fábio Toyota (CRMV – SP 10.687), Médico Veterinário formado pela Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia – Unesp e responsável pelo setor de Oncologia Médica e Cirúrgica em Hospital Veterinário de São Paulo. Dr. Toyota é integrante da equipe de veterinários do portal CachorroGato.
Anterior

Abrigo para cães idosos será inaugurado no Japão

Próxima

Saúde integral dos animais está diretamente relacionada com a dos dentes