Gato “verde” criado em laboratório é resistente à aids felina

Cientistas nos EUA criaram três gatos geneticamente modificados que são resistentes ao vírus FIV (vírus da imunodeficiência felina).

O FIV uma espécie de aids que afeta apenas os felinos, incluindo os animais de maior porte como os leões, e seus sintomas são semelhantes aos criados pelo HIV, que provoca a aids em humanos.

A pesquisa vem da Mayo Clinic College of Medicine, de Rochester (Minnesota, nos EUA). O feito é comemorado como sendo a primeira vez que um experimento deste porte teve sucesso em um animal carnívoro.

Os animais, com um ano de idade, foram chamados de TgCat1, TgCat2 e TgCat3. Sob uma luz ultravioleta, eles se tornam verde por terem recebido uma proteína fluorescente verde (GFP) que originalmente vem de uma água-viva.

Fonte: PB Agora
Comentários

Você pode gostar...