Polícia investiga uso de gato morto em aula de química em Porto Alegre

Uma aula do curso de química assustou alunos de uma escola de Canoas, na Grande Porto Alegre. Eles usaram gatos mortos em experimentos. A prática é proibida por lei e a polícia vai investigar o caso.

A direção da escola declarou, em nota, que a instituição usa gatos mortos vitimas de atropelamento, encontrados nas ruas e armazenados em refrigeração.

No entanto, a experiência feita na escola é considerada ilegal. O uso de animais para fins de estudos e pesquisa científica passou a ser permitido em 2008 apenas para instituições de ensino superior ou cursos técnicos da área biomédica./

Para Rodrigo Lorenzoni, presidente do Conselho Regional de Medicina Veterinária, a escola agiu de maneira ilegal.

— Pegar esses animais pode trazer risco de contaminação aos alunos e professores, pode ser transmitido leptospirose e toxoplasmose, que são doenças com interações sérias nos seres humanos.
Assista ao vídeo:

Fonte: R7
Comentários

Você pode gostar...