0
Shares
Pinterest Google+

A grande maioria dos donos de bichanos de estimação já sabe que as diferentes dos felinos pedem por diferentes, que possam fornecer ao gato todos os necessários para a sua .

No entanto, a ideal para estes animais em idade avançada continua sendo um mistério para muitos, e a para gatos é uma boa opção para quem busca uma balanceada e para seu bichano .

Formuladas especialmente para os gatinhos mais velhos, a ração sênior para felinos destaca combinações mais bem elaboradas de antioxidantes em relação às rações comuns – incentivando o aumento da natural dos bichanos e promovendo melhoras na saúde do animal de uma maneira geral, já que é composta por todos os necessários para que o gato tenha uma vida cheia longa, sadia e cheia de força.

Além de serem muito bem aceitas pelos gatos (sendo mais cheirosas e saborosas), as rações sênior também permitem que a mastigação dos felinos idosos seja mais tranquila, pois os grãos do alimento são aerados e contam com um furo no meio, fazendo com que o alimento seja partido com mais facilidade e, consequentemente, evitando problemas na sua dentição – que costuma ser mais frágil nesse período da vida.

gato-comendo-racao-comida-refeicao-alimento-petrede

Incluindo componentes como glucosamina e condroitina, que podem melhorar e tornar mais resistentes as articulações do animal idoso, esse tipo de ração também conta com níveis energéticos mais baixos que as comuns, já que, em idade avançada, os bichanos já não têm mais o mesmo índice de atividades e agilidade.

Tendo em vista que a expectativa média de vida de um felino varia entre 10 e 15 anos, o mais indicado é que a ração sênior passe a fazer parte da dieta do seu bichano a partir dos seus oito anos de idade. Entretanto, com a alimentação e os cuidados certos, muitos felinos podem ultrapassar essa expectativa de vida, e esse tipo de dieta introduzida na vida do animal pode ajudar muito para que isso aconteça.

Autor: Dra. Raquel Madi (CRMV – SP 20.567), Médica Veterinária formada pela Universidade Estadual de Londrina – PR e responsável pelo setor de Radiologia, Ultrassonografia e Ressonância Magnética em Hospital Veterinário de São Paulo. Dra. Madi é integrante da equipe de veterinários do portal CachorroGato.
Anterior

GPS para cachorro: veja modelos e saiba como eles funcionam

Próxima

Saiba como diminuir o problema de abandono de animais