0
Shares
Pinterest Google+

A de gatos, aliada à de dengue, coloca a direção da de Rio Preto e uma de animais em conflito. Há quatro anos, a Proambi (Protetores do Amigo Bicho) cuida de animais no campus, oferecendo como forma de aproximação para castrá-los e encaminhá-los à . Hoje, cerca de 120 vivem no local e pelo menos 600 já passaram pela .

Entretanto, a acaba de publicar um que autoriza a zeladoria a fazer mutirões para retirar e recipientes com água. “Não somos a favor de . Mas já perdemos o dessa e tivemos registros recentes de criadouros de Aedes aegypti em pratinhos”, diz o diretor em do campus, Vanildo Luiz Del Bianchi.

da temem que haja . “Na semana passada fizemos um boletim de ocorrência de um gato morto”, diz a professora Marlei de Freitas Périco, 48, da entidade. Vanildo comprometeu-se a marcar uma reunião para discutir o caso com a ONG.

Fonte: Rede Bom Dia
Superpopulação de gatos na Unesp provoca conflito foi modificado pela última vez: julho 7th, 2014 por Alexandre Domingues
Anterior

São Paulo prepara campanha para vacinar 7 milhões de animais

Próxima

Número de pet shops triplica em dez anos em Florianópolis

  • suely bischoff machado de oliveira

    Olá
    Ah!que lindos gatos…………Se a PROAMBI há 4 anos está cuidando deles,qual é o motivo de tanto alarde.A entidade está fazendo a parte dela,cuidando,castrando e doando.Porque então o Diretor da UNESP é tão intransigênte?Porque ele não se alia e tb busca minimizar o conflito .Quem fica no meio da briga são os felinos.É sempre bem melhor fazer 1 aliança em pról de uma única causa e visando tb o bem estar animal,do que ficar com ameaças e pouca disciplina humana.
    Façam campanhas ,bazares,feiras,para doação,e assim tb irá diminuindo paulatinamente a população dos felinos no campus da UNIVERSIDADE.
    Conversar é sempre melhor do que ameaçar com atitudes pouco louváveis.
    Oxalá possam,tanto a PROAMBI como a Diretoria do campus chegar a 1 denominador comum,sem grandes mágoas entre as partes.
    abs
    suely bischoff
    psicóloga pela UNESP-Campus de Bauru
    atibaia-sp

  • Mauricio Oliveira

    Eu possuo três gatas adotadas. Óbvio que elas
    me proporcionam muita alegria, mas também me
    dão um trabalho daqueles! Imagimo o que pode
    ocorrer tendo uma superpopulação de felinos
    em um mesmo local.
    Algo deve estar errado na Unesp. Não basta só
    retirar das ruas, é preciso encaminhá-los de
    uma forma rápida e eficaz. Muita gente procura
    por um animal de estimação, principalmente por
    gatos, que são limpos e ótimos companheiros.
    Não deveriam deixar acumular tantos animais assim.
    Depois, torna-se impraticável a manutenção desses
    animais, em termos de alimentação e cuidados médicos.