0
Shares
Pinterest Google+

O americano Dewayne Yarbrough, de 43 anos, foi processado por manter um de estimação que, segundo ele, servia para “impressionar as mulheres”.

O caso ocorreu em Ford Heights, subúrbio de Chicago, principal cidade de Illinois.

Yarbrough foi processado por “posse de animal perigoso”.

Policiais do condado de Cook disseram que ele mantinha o animal, de 1,2 metro de comprimento, em um pequeno na sua cozinha, e que o alimentava com 10 ratos vivos por mês, para evitar que ele crescesse demais.

Yarbrough disse aos policiais que comprou o jacaré cinco anos atrás, no estado americano de Indiana, por US$ 200 (pouco mais de R$ 320).

O pessoal do controle animal não explicou como ficou sabendo da existência do jacaré na casa.

Ele foi levado para a sociedade protetora de animais e vai ser à Sociedade Herpetológica de Chicago.

Fonte: G1
Anterior

Maior chacina de animais de Ribeirão já tem 45 bichos mortos

Próxima

Por pedaço de carne, tigresa mergulha em piscina