0
Shares
Pinterest Google+

O de 2014 tem inicio previsto para março e com isso milhares de foliões começam a se animar e a planejar as para as cidades onde esse espetáculo acontece anualmente.

Porém, aquelas famílias que têm um cãozinho em casa se deparam com um impasse: “O que fazer com o cão nesse período longe?”. Pensando no bem estar e diversão dos cães, o , empresa especializada em serviços para pets, oferece pacotes de para esses animais.

planet-dog-resort

Com o conceito de manter os “clientes” 100% soltos para que possam brincar, o resort conta com um espaço de 1.500m², em que oferece área para recreação, salas de descanso, piscina, monitores treinados, assistência veterinária 24 horas (caso haja necessidade) e webcam ao vivo com acesso pela web ou mobile, para que os “pais” possam matar a saudade do “filho” e ainda terem a certeza do bom tratamento oferecido à eles, tudo para que o pet tenha conforto e passe esse período da melhor forma possível.

No entanto, se a família resolver levar seu bichinho na viagem para que possam curtir o carnaval juntos, é importante tomar algumas precauções que podem fazer a diferença durante o trajeto. “Por diversas vezes o trajeto da viagem – seja de carro ou de avião – estressa o animal que pode prejudicar a saúde do pet. Muitos ficam desconfortáveis e enjoados. O movimento do veículo e a altitude e pressurização do avião prejudicam os sentidos do cão”, afirma a proprietária do Planet Dog Resort, Luciana Praxedes, que dá algumas dicas para quem resolver levar o pet:

– Certifique-se de que o cão esteja usando uma coleira com plaquinha de identificação onde haja seu endereço e telefone;

– Se for uma viagem longa, é importante levar o cão ao veterinário antes da saída para que seja feita uma avaliação clínica. Leve bastante água fresca, especialmente se o tempo estiver quente e pare regularmente para que seu cão possa beber água e esticar as patas;

– Caso seu cão costume enjoar com o movimento do carro, não o alimente uma hora antes do início da viagem. Você pode diminuir os enjoos dirigindo de forma ponderada. Acelerar e frear suavemente ajuda bastante. E nunca deixe seu cão dentro do carro sozinho.

Ainda segundo ela, o que não se pode fazer é deixar o cãozinho sozinho em casa aos cuidados de algum vizinho ou parente. “O pet pode se sentir sozinho e ficar deprimido, afinal ele não entende que você vai retornar, é importante distraí-lo, brincar e fazê-lo sentir acompanhado”, afirma Luciana.

Serviço
Av. Prof. Vicente Rao, 783, Brooklin, região sul, São Paulo, SP.
Tel.:0/xx/11/5093-1083.

Valores para hospedagem – período de carnaval: O valor da diária é de R$ 70,00.
Funcionamento: Seg. a sex.: 7h às 21h. Sáb. e dom.: 8h às 17h.
Veterinário 24 horas. Estacionamento grátis.

Anterior

Linha Vermivet orienta os donos de cães e gatos sobre a frequência correta da vermifugação

Próxima

Nem todo gato pode tomar leite