0
Shares
Pinterest Google+

Cinco filhotes criados a partir de células de um já morto foram apresentados por cientistas sul-coreanos, seriam estes filhotes os primeiros cachorros comercialmente clonados no mundo.

A dona americana chamada Bernann McKinney pagou US$ 50 mil por três cachorros, as células que deram origem a esta ninhada eram do seu cão Booge, que morreu em 2006.

Os outros dois cachorrinhos ficarão no laboratório para futuras pesquisas.

Essa americana bem que podia pegar todo esse dinheiro e ajudar animais em dificuldade ou alguma ONG…

Anterior

Agora até os tapetes são ecologicamente corretos

Próxima

Gwyneth Paltrow é criticada por campanha com pele de animais

  • suely bischoff machado de oliveira

    Olá
    Que coisinhas mais fofas de se ver. Contudo, é muito dinheiro que esta americana desembouçou ,para um investimento,que poderia estar sendo aplicado também , em obras mais dignas, mais protetoras e acolhedoras dos peludinhos abandonados,etc… É como eu sempre falo, se eu tivesse que pegar um animalzinho, eu não escolheria uma raça, mas um ser vivo quadrúpede ,que necessitasse de carinho e de afeto. Portanto ,antes de muita gente adquirir um peludinho, muita gente poderia adotar um peludinho!Eu adotei um peludinho que é estressado, sem atributos de beleza,sofre com convulsões e necessita tomar Gardenal gotas infantil pelo resto de sua vida, tem problemas oculares e briga com todos os outros peludinhos! Mas ele é um ser vivo que necessita de carinho!Eu já tentei fazer felinoterapia com ele,mas ele é do tipo que resiste muito!É muito neurótico!
    abraços

    suely bischoff machado de oliveira
    psicóloga
    atibaia