0
Shares
Pinterest Google+

Com a chegada da mais seca e fria, alguns animais sofrem com respiratórios e articulares

Assim como os seres humanos, os animais tendem a sofrer com alguns problemas de com a chegada das baixas e tempo seco. Pensando nisso, os veterinários da Stetic Dogs, que há mais de 20 anos cuida da saúde de animais domésticos, separaram algumas dicas de como manter seu pet protegido.

respiratórias são mais comuns e de fácil . Por esse motivo, é recomendável evitar mudanças bruscas de temperatura e longos períodos de permanência em locais fechados, como canis e pet shops. Além disso, a correta vacinação do animal pode evitar algumas doenças, como, por exemplo, uma patologia popularmente conhecida como Tosse dos Canis, de fácil e muito comum nessa época do ano.

Outro problema que pode ser agravado com o tempo frio são as doenças articulares crônicas, que podem apresentar piora no quadro de dor. Isso ocorre porque o corpo tende a forçar mais os músculos com o objetivo de produzir mais calor e diminuir a sensação de frio. Porém, como os músculos ficam mais contraídos, isso pode acarretar intensidade de dor nas .

Algumas doenças de pele também podem apresentar um quadro mais crítico nos períodos mais frios, como a dermatite seborreica. Uma das formas de tratamento é realizada com banhos periódicos. Em cães sem problemas de pele, pode-se manter a frequência de banho normal, desde que não haja nenhuma alteração cutânea.

Apesar de alguns problemas de saúde que o Outono pode trazer, algumas raças são muito bem adaptadas ao frio, principalmente as que têm origem em locais de temperaturas muito mais baixas. Esses cães ficam mais confortáveis no frio do que no calor. Outras raças, principalmente as sem pelos ou com pelo curto, é ideal vesti-las com uma roupinha confortável, além de reservar um espaço aconchegante e protegido para a hora do sono.

Anterior

Cães e gatos também podem ter doenças cardíacas

Próxima

Boa forma animal