0
Shares
Pinterest Google+

de pode ser angustiante para os felinos, mas alguns truques e novidades do setor de animal auxiliam no .

Levar o gato ao veterinário ou para viajar em uma caixa de transporte são situações desafiadoras para os tutores, pois a mudança de ambiente é bastante estressante.

Isso ocorre, pois os gatos liberam, ao esfregarem a cabeça e o corpo em objetos como móveis, paredes e cortinas, um odor facial natural que serve para o reconhecimento do local e transmite a sensação de e . “Ao mudar de ambiente, o gato perde todos esses sinais e isso gera desconforto e insegurança”, comenta a Médica Veterinária e Gerente de Produtos da Unidade Pet da Ceva, Priscila Brabec.

Alguns cuidados podem ajudar a diminuir a sensação de desconforto do pet. A caixa de transporte, por exemplo, precisa fazer parte da do animal. “O ideal é que objeto fique no ambiente do gato e o tutor incentive o uso da caixa como uma caminha, por exemplo, agradando o gato com petisco ou brincadeiras. Assim, o felino irá associar o item a uma coisa boa e ficará mais fácil transportá-lo quando necessário”, explica Priscila.

Em mais longos, o fornecimento de deve ser reduzido. Para as necessidades fisiológicas do animal, é necessário colocar tapetes absorventes dentro da caixa de transporte, que devem ser trocados sempre que utilizados.

Durante a , é importante que o animal esteja . Por isso, a caixa de transporte deve permitir a do felino. Além disso, é indicado colocar um cobertor para aumentar o conforto.

Para garantir um passeio tranquilo e confortável para o pet, o Feliway Classic deve ser utilizado dentro da caixa de transporte. “O Feliway é um análogo sintético do odor facial felino, que é o sinal que os gatos deixam no ambiente para marcar o local como conhecido. Quando aplicamos o na caixa de transporte, o felino interpreta que aquele ambiente é seguro e isso proporciona bem-estar e conforto”, explica Priscila.

O produto deve ser borrifado na caixa de transporte 15 minutos antes do felino ser introduzido. “Em viagens longas, é necessário reaplicar o produto a cada quatro horas, sempre retirando o animal e esperando 15 minutos para reintroduzi-lo após a aplicação”, finaliza Priscila.

Sobre Ceva
A Ceva Saúde Animal é uma multinacional francesa, presente em mais de 40 países e focada na pesquisa, desenvolvimento, produção e comercialização de produtos farmacêuticos e biológicos para animais de companhia e produção (bovinos, suínos e aves). Website: www.ceva.com

Anterior

O que você precisa saber antes de adotar um pet

Próxima

Pets: Saiba o que fazer em casos de intoxicação